abrantuser

A caixa de gordura (ou separador de gordura) é um item indispensável em qualquer rede de esgoto e auxilia as suas tubagens e canalizações a funcionarem de modo mais eficiente.

Contudo, é importante que você realize uma manutenção adequada nesse sistema, principalmente com a limpeza da caixa de gordura. Como este é um assunto que gera muitas dúvidas, criamos uma sequência de posts que podem lhe ajudar. Se você perdeu o primeiro da série, basta vê-lo aqui.

Como e com qual frequência devo limpar minha caixa de gordura?

Para residências, o ideal é que a peça seja limpa a cada seis meses, já para estabelecimentos comerciais que usam muito a cozinha (como restaurantes, padarias, etc.) o ideal é que a caixa seja limpa a cada três meses. Mas, é sempre bom levantar a tampa da caixa e checar, de vez em quando, para ver se está tudo a funcionar como deveria.

Existem alguns método para fazer a manutenção da sua caixa de gordura, sendo o mais simples a retirada manual de toda a gordura acumulada. Para isso, basta retirar a tampa do equipamento, coletar o material amarelado e sólido (semelhante a uma manteiga), colocar em um saco plástico e jogar no lixo. Confira se, na caixa, restou apenas líquido. Isso indica que a limpeza está completa.

Caso você não se sinta à vontade para realizar esse serviço, poderá contratar uma empresa especializada. Elas são muito utilizadas principalmente para realizar a limpeza das caixas de gordura de condomínios. Para esse tipo de limpeza, as empresas usam ferramentas e produtos químicos especiais, feitos justamente para esse fim.

Além da limpeza manual, você também poderá fazer a limpeza com enzimas, sem ter de contratar uma empresa. Compre em lojas especializadas compostos biológicos que são capazes de degradar a gordura animal, vegetal e óleos. A vantagem é que elas são ecologicamente corretas, atóxicas e você não precisará jogar o resto da gordura da sua caixa no meio ambiente. Porém, esse método deve ser usado apenas para a manutenção e não para desentupir as caixas de gordura.

Uma dica: não use água quente ou soda cáustica, pois esses produtos poderão diluir a gordura e ela irá escapar da caixa junto com a água, acabando por se acumular nas tubagens da rede de esgoto e gerar um entupimento muito mais grave.

Por agora, ficamos por aqui, esperamos que tenha gostado. Continuamos no próximo artigo!

Abrantina
Rua Cidade de Cardiff Nº42 2ºEsq 1170-095 Lisboa
211 914 715
info@abrantina.pt

9 Agosto, 2016
caixas de gordura devem ser limpas com frequencia

Caixa de gordura: qual a frequência da limpeza? (2/3)

A caixa de gordura (ou separador de gordura) é um item indispensável em qualquer rede de esgoto e auxilia as suas tubagens e canalizações a funcionarem […]
2 Agosto, 2016
caixas de gordura devem ser limpas com frequencia

Caixa de gordura: qual a frequência da limpeza? (1/3)

Para que se mantenham a funcionar de modo correto e evitar problemas como transbordo de esgoto e mau cheiro, é necessário que as caixas ou separadores […]