fossa septica
Fossa séptica: você sabe como funciona? (3/3)
18 Outubro, 2016
ralo entupido
Ralos entupidos: quais as causas e procedimentos? (2/3)
1 Novembro, 2016

Ralos entupidos: quais as causas e procedimentos? (1/3)

ralo entupido

Os ralos entupidos são situações que todos nós já enfrentamos – ou vamos enfrentar- em nossas residências. O principal sinal de que algo não está a funcionar como deveria com seus ralos é quando notar demora em escoar a água da lava-loiças, do lavatório ou da banheira.

Algumas situações são fáceis de resolver e podem ser feitas em sua casa mesmo, como a retirada manual do que está a entupir o seu ralo. Porém, em outros casos você precisará de ajuda especializada, pois a situação poderá ser mais grave e envolver outras estruturas da sua rede de esgoto.

Como saber que os ralos estão entupidos?

Em muitos casos, notar um entupimento não é difícil. Se a água não está a escoar adequadamente pela pia da cozinha, nos tanques, no lavatório, na banheira ou no quintal, pode ser algum material que está a obstruir a passagem da mesma pelos ralos. Outro indicio é quando a água borbulha e não desce, principalmente nas pias. Isso mostra que a canalização está com problemas de estrangulamento do diâmetro em decorrência da impregnação de materiais sólidos nos sifões e conexões.

Quais as causas dos ralos entupidos?

O mau uso é o principal motivo para os entupimentos dos ralos, principalmente quando descartamos por eles objetos estranhos. Listamos alguns dos itens mais comuns que costumam entupir os ralos:

  • Cabelo:

Os fios de cabelo são os principais motivos de entupimento dos ralos do chuveiro, banheira e lavatórios. Ele é capaz de se acumular nas tubagens, bloqueando o escorrimento da água e, inclusive, promover o entupimento completo da drenagem. Os produtos químicos e outras soluções caseiras dificilmente conseguem acabar com o problema, na maioria dos casos é preciso ‘pescar’ os fios das tubagens e, não raro, é necessária a intervenção de canalizadores com ferramentas específicas para retirar os tufos de cabelo das tubagens.

  • Óleos e gorduras:

Quando líquidas, essas substâncias parecem impossíveis de causarem problemas. Porém, quando se resfriam, elas se tornam verdadeiros blocos, como uma espécie de cera, capazes de revestir o interior dos canos e causar sérios danos as suas canalizações. Se uma situação como essa ocorrer em sua residência, possivelmente terá de chamar auxílio técnico de empresas especializadas, pois, a mais eficiente maneira de se livrar do problema é com o uso de jactos de água de alta pressão.

  • Restos de alimento:

Jogados, indevidamente, em geral nas pias das cozinhas, esses itens podem entupir os ralos e até mesmo os sifões, causando grandes transtornos. Além disso, os restos de comida podem começar a apodrecer nas suas canalizações o que cria um odor bem desagradável.

  • Materiais de construção:

Muitas pessoas ainda possuem o mau hábito de deitar pelos ralos dos tanques e das áreas externas areia, cimento, cal e outros restos de obras e reformas. Esses itens costumam entupir os ralos e, em alguns casos, se acumularem nas tubagens, chegando a impedi-las de funcionar totalmente (como ocorre com o depósito de cimento), o que pode levar, até mesmo, a necessidade de uma troca de toda a tubagem da sua canalização.

  • Problemas em sua linha de esgoto:

Se, em sua casa, mais do que um ralo tem entupido com frequência, ou a água de todas as pias estão a escoar muito lentamente, então pode estar a enfrentar um problema em sua rede de esgoto. Este problema requer uma equipa especializada imediatamente, pois poderá causar grandes transtornos em sua residência.

Por agora, ficamos por aqui, esperamos que tenha gostado. Continuamos no próximo artigo!

Abrantina
Rua Cidade de Cardiff Nº42 2ºEsq 1170-095 Lisboa
211 914 715
info@abrantina.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *