jacto de alta pressao
Desentupimento com jacto de alta pressão: saiba tudo sobre (3/3)
27 Setembro, 2016
fossa septica
Fossa séptica: você sabe como funciona? (2/3)
11 Outubro, 2016

Fossa séptica: você sabe como funciona? (1/3)

fossa septica

Presente em pequenas áreas rurais ou em locais que não possuem tratamento de esgoto, as fossas sépticas são bastante utilizadas para filtrarem o esgoto e promoverem uma melhor qualidade de vida a essas famílias.

Porém, é preciso tomar alguns cuidados tanto na sua instalação, como na sua manutenção, para evitar problemas como entupimentos, contaminação do solo e dos lençóis freáticos, entre outros.

Quando bem instaladas e geridas, as fossas possuem muitos benefícios e vantagens, por colaborarem com a prevenção de doenças, combatendo verminoses e endemias e por promoverem uma qualidade de vida melhor, contribuindo com a higiene dessas famílias.

Mas, o que é uma fossa séptica?

Se você já esteve na zona rural alguma vez é bem provável que já tenha tido contato com uma fossa séptica. Ela é uma unidade de tratamento, a nível primário, dos esgotos domiciliares. Nela é realizada a divisão físico-química da matéria sólida presente no esgoto.

A fossa séptica nada mais é do que um recinto fechado e enterrado onde ocorre a depuração das águas residuais domésticas.

Como funciona uma fossa séptica?

As fossas podem ser feitas de cimento ou de alvenaria e se qualificam como um grande tanque enterrado na propriedade e capaz de filtrar o esgoto. E isso acontece através do processo de decantação.

Uma fossa é composta por três recintos que são interligados. A água chega ao primeiro, onde se decanta e se deposita no fundo, em forma de lodo. Assim, é formada uma substância mais leve, como uma espuma, que passa a água para o segundo recinto, onde os sólidos são decantados e arrastados e os efluentes passam para o terceiro recinto. Ali, eles permanecem até alcançarem o nível necessário para a sua descarga sobre filtros de areia ou poços filtrantes.

Todos os fluídos são enviados através de um tubo de saída no tanque séptico para o campo de lixiviação, que é o local onde a água residual é despejada.

As fossas são unidades simples, não mecanizadas, de operação fácil e custo baixo, capazes de realizar múltiplas funções e cumprir o seu papel de tratar o esgoto.

Se você pensa em dispor de uma fossa séptica, é preciso tomar alguns cuidados, como contar com uma equipa técnica especializada, tanto para a instalação, como para a manutenção da fossa. Assim, você terá certeza de que nenhum problema poderá acontecer.

Por agora, ficamos por aqui, esperamos que tenha gostado. Continuamos no próximo artigo!

Abrantina
Rua Cidade de Cardiff Nº42 2ºEsq 1170-095 Lisboa
211 914 715
info@abrantina.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *